Meu carrinho
    Itens: Valor total:
    Fechar Pedido
    Televendas
    (11) 3186.9777
    Meus
    pedidos

    Grito (O) Uma História de Amor e Preconceito

    Cód.
    11909

    Especificação

    HTML
    • Autor:

       WILSON COSTA

    • Editora:

       EBM

    • Gênero:

       ROMANCE

    • Formato:

       16 x 23

    • Páginas:

       376

    • ISBN:

       9788564118324

    • Peso:

       0.650 kg

    Comprar

    Disponibilidade

    Imediata! Prazo de entrega válido para pedidos feitos até as 22h00 com cartão de crédito e aprovado na primeira tentativa.

    De: R$ 41,90Por: R$ 27,24

    Preço a vista: R$ 27,24

    Economia de R$ 14,66

    Aproveite também

    sugestao

    • Espiar
      queda_sem_paraquedas

      Queda Sem Paraquedas (A)

      De R$ 51,90 Por R$ 25,95

      Mais Vendidos




    • De que maneira entendemos a homossexualidade?
      Trata-se de um fenômeno natural e harmônico com a divindade, e que necessita somente de esclarecimento e compreensão, ou uma prática abominável, pecaminosa e condenada por Deus?
      Seria considerada doença, anormalidade, falha da natureza, ou apenas um ato de amor?
      Essas perguntas que nos dias de hoje ainda ecoam e que geram tanta polêmica, intolerância e incompreensão são tratadas no romance O GRITO - Uma história de amor e preconceito.
      De forma direta, clara e sem rodeios, dentro de uma visão espiritualista, a obra narra a trajetória de vida de Arturo e Fausto, Sara e Anita, dois casais que por caminhos distintos enfrentam, em razão de sua opção sexual, conflitos com a sociedade, suas famílias e com seus próprios medos.
      Determinada região da Europa é o cenário onde Anita e Sara, primas, naquela época, viviam sob o julgo da maldade e das ações do Bispo Solano, religioso que sob as vestes bispais pregava uma prática monástica e celibatária quando no coração queimava os desejos da carne e do sexo.
      Problemática similar vivem Clóvis e Milla, em outro segmento de vida, tentando, na condição de espíritos desencarnados, atingir Rangel, pai de Arturo, e Sotero, professor e protetor de Fausto.
      A trama, tangenciada por sentimentos de intolerância, preconceitos e vingança, igualmente se encontra balizada pelo sentimento de amor, advindo do mundo espiritual, que se perfaz pelo exercício do perdão e da reconciliação.
      Um romance que prende sua atenção desde o primeiro capítulo, quando cenas do passado e do presente se intercalam criando uma visão de como as situações e vivências acionam o comportamento do ser humano, modificando sua natureza, e como a vida ativa a engrenagem que possibilita ao homem incorporar o seu processo incessante de evolução, independentemente de credo, cor ou orientação sexual.